Inteligência Artificial: sua empresa está preparada?

Robô Wall-e, uma representação artística da inteligência artificial

Na semana passada, o Google fez a sua conferência anual voltada para desenvolvedores, o Google I/O. Todo ano, o Google mostra novidades que ele irá entregar no mercado durante o período. Todos sabemos que o Google trabalha com várias frentes de negócio, porém o que chamou a atenção da mídia especializada e trouxe a discussão à tona foi o uso de inteligência artificial em grande parte das novidades.

O uso de inteligência artificial pelas grandes empresas de tecnologia não é novidade. As soluções que chegam ao mercado tem uma grande amplitude de aplicações, que podem ir desde o processamento de imagens (basta ver os apps que viralizam com montagens e efeitos pelas lojas de aplicativos) até o uso em ferramentas de marketing avançadas, que aumentam muito a efetividade das campanhas.

google lens, aplicação de inteligência artificial

As empresas já possuem dentro dos seus sistemas algum tipo de inteligência artificial atuando diariamente. Um exemplo bastante interessante é o caso da Microsoft: na Build 2017, a empresa revelou uma atualização para o PowerPoint que é capaz de traduzir, em tempo real, textos de uma apresentação para outro idioma. Isso acontece mesmo com alfabetos diferentes, como o russo (que usa o alfabeto cirílico) com o português (alfabeto latino), por exemplo. A tradução permite ainda a manutenção da formatação de todo o material.

O futuro dos negócios e a Inteligência Artificial

Mas o ponto da discussão atualmente não é sobre quais aplicações a inteligência artificial viabiliza. O que está em voga é como essa tecnologia vai mudar as nossas rotinas, em todos os âmbitos. Não podemos esperar apenas as melhorias e comodidades que ela nos proporciona, mas sim uma grande transformação social. E claro, os negócios são grandemente impactados por essa nova realidade.

Nós estamos apenas no início das possibilidades que a inteligência artificial nos trará. Aliados com outros fenômenos que existem hoje em dia, é bem seguro afirmar que a inteligência artificial irá acabar, criar e transformar postos de trabalho. Em 2016, o Watson, da IBM, ajudou um compositor a compor uma música, entendendo padrões de melodia e suas associações com as emoções humanas.

Esse exemplo é muito bom para ilustrar como a inteligência artificial ainda tem muito potencial a ser explorado. É bem tentador pensar que as profissões com processos repetitivos sejam as mais afetadas, já que um computador é muito melhor nesse tipo de tarefa que qualquer ser humano. Porém, com o uso de IA, mesmo as outras profissões de nível analítico e criativo serão afetadas. E por consequência, todo o sistema econômico é também afetado.

Isso exigirá das empresas a plena transformação dos seus negócios. A tecnologia da informação deixará de ser um diferencial e passará a ser crucial. Modelos de negócio como economia compartilhada terão um impacto muito maior nas sociedades como um todo. Os modelos de massa serão duramente afetados, e a sobrevivência das empresas passará pela transformação digital dos negócios.

Sua empresa está preparada para a Transformação Digital? Conte com a Lanlink e seus especialistas para ajudar com o seu negócio.

Rodapé do site