8 vantagens que colocam as fitas entre as melhores opções de armazenamento

imagem-apoio-interna-1

  • A fita é mais barata de adquirir, manter e operar do que o disco.
  • A fita é mais confiável do que o disco.
  • A capacidade de um cartucho de fita é maior do que a capacidade da unidade de disco.
  • As fitas são as rainhas da longevidade, com vida útil de 30 anos ou mais.

Os dados têm diferentes “temperaturas”:  aqueles quentes, precisam ser acessados com latência de microssegundos, pois são usados para análises em tempo real e no dia a dia da corporação.

Já os frios, que equivalem a 80% dos dados coletados pela empresa, nunca ou raramente são acessados ​​após 90 dias, embora tenham que ser armazenados por anos, seja por segurança ou para atender os requisitos de conformidade e regulamentos.

A fita é a mídia ideal para o armazenamento desses dados frios. Confira algumas vantagens:

1. Menos espaço físico

A capacidade de armazenamento das fitas tem ajudado a reduzir o espaço físico necessário para o armazenamento de dados. Há poucos anos, para armazenar 10 petabytes de dados eram necessários equipamentos equivalentes a 8 geladeiras.

Hoje, um hack suporta mais do que isso. Como o metro quadrado de um datacenter custa um bocado, qualquer centímetro já representa economia de custos.

2. Menor TCO

O TCO (Total Cost of Ownership) ou o custo total de propriedade das fitas chega a ser 6 vezes menor do que o disco.1

Fitas têm custos bastante previsíveis, com a maior despesa sendo o desembolso inicial do hardware de fita. No caso da nuvem, cobrada mensalmente como uma despesa operacional, não há um investimento inicial.

Mas a realidade é que todo o armazenamento local é mais acessível do que o armazenamento em nuvem para uso de longo prazo. Não é o armazenamento de dados em si que é caro na nuvem, mas sim o alto custo para movê-los e acessá-los.

3. Baixíssimo consumo de energia

O consumo de energia das fitas é 76 vezes menor do que o disco, fazendo delas uma tecnologia verde.2

As unidades de fita operam apenas quando os dados estão sendo lidos ou gravados, o que significa que consomem menos energia e geram menos calor do que os dispositivos de armazenamento em disco.

Disco, usados para dados que precisam ser acessados com frequência, operam 24 horas por dia, 7 dias por semana. São, por isso, uma das principais fontes de consumo de energia em data centers modernos.

imagem apoio 3_grafico

4. Segurança contra os ataques cibernéticos

A natureza offline da fita colocou-a como componente importante na estratégia de proteção de dados para confrontar o crime cibernético.

Elas são um “air gap”, uma cópia desconectada eletronicamente que evita que o crime cibernético ataque o backup, o arquivo ou outros dados de uma organização.

Sem uma conexão eletrônica, os arquivos armazenados na fita não podem ser hackeados, criptografados ou excluídos.

 

5. Capacidade de armazenamento

A capacidade de armazenamento das fitas tem aumentado ano após ano. A nona e última geração de LTO excede a capacidade por cartucho de sua predecessora LTO-8 em 50%, com capacidade nativa de 18 TB.

Novas gerações estão a caminho, a décima devendo chegar a 36 TB.

 

6. Longevidade

O armazenamento baseado em fita oferece durabilidade superior quando comparado ao disco. As unidades de disco rígido têm tradicionalmente uma vida útil de três a cinco anos.

Quando armazenada corretamente, a fita pode durar até 30 anos.

imagem-apoio-interna-4

7. Portabilidade

Uma vantagem importante do backup em fita é a portabilidade. Depois de gravar dados em cartuchos de fita, você pode simplesmente pegá-los e transportar essas unidades de backup em fita para um local externo.

No caso de uma ameaça à instalação, basta coletar as fitas e transportá-las para um local mais seguro.

 

8. Escalabilidade

Precisa de mais espaço para armazenamento? Basta comprar novas unidades de fita e adicionando-as à biblioteca.

Por outro lado, se quiser aumentar a capacidade de armazenamento baseado em disco, terá que comprar hardware adicional, o que pode ser bastante caro.

 

Resumindo…

A fita é a mídia ideal para armazenamento de dados frios, que têm requisitos de desempenho mais baixos do que os dados ativos.

Para retenção de dados de longo prazo, elas tornam possível reduzir drasticamente o custo de armazenamento.

Na Lanlink, podemos ajudar a sua empresa a traçar uma estratégia para storage e backup de dados, definindo quais são mais adequados para armazenar em fita, disco ou nuvem.

Também ajudamos a definir os tape drivers ideias para cada caso. Só lembrando, a IBM é líder em tape storage desde 2002, com mais de 40% do mercado mundial.

———

  1. Clipper Group: The Impact of LTO-7 on The TCO of Long-Term Storage 10/2015
  2. Clipper Group: Continuing the Search for the Right Mix of Long-Term Storage Infrastructure — A TCO Analysis of Disk and Tape Solutions – July 2015

 

 

 

Site Footer