O que é RPA e como implementar em sua empresa

Desde que a nova doença COVID-19, provocada pelo Coronavírus se tornou uma pandemia, todos os setores estão se esforçando para determinar a melhor forma de apoiar e respeitar seus colaboradores e clientes.

Sendo o maior desafio pela frente a reinvenção do seu modelo de negócio e recuperar sua receita. As empresas começam agora, mais do que nunca, a reavaliar sua infraestrutura de processamento e comunicação assim como os seus processos de negócio com aplicação de tecnologia.

A automação de processos repetitivos aparece como uma das maneiras mais evidentes de proporcionar estabilidade aos negócios nos próximos meses e um dos caminhos que pode ser utilizado para criação de novos ganhos de forma rápida e sem mudanças nos sistemas atuais, vem do RPA.

Mas você sabe o que é o RPA e como implementar?

o que é robotic process automation

O que é RPA?

A sigla RPA quer dizer Robotic Process Automation e é uma forma de automatizar tarefas que hoje são executados com a intervenção humana, para elevar a produtividade de sua empresa. Assim, algumas tarefas repetitivas que ainda não podiam ser realizadas por sistemas (pois necessitavam de aprendizado contínuo e tomada de decisão, por exemplo) passam a ser realizadas por robôs.

A tecnologia permite que robôs assumam tarefas repetitivas, que podem ser feitas de maneira dinâmica, automatizada e com alto grau de escalabilidade. O RPA imita ações humanas e é de simples programação, atuando como um usuário do sistema.

porque adotar automação de processos para a minha empresa

A aplicação dessa tecnologia pode ajudar a sua empresa na redução de custos operacionais, minimizar erros no trabalho, dar novos focos a habilidades, aumentar a velocidade operacional, entre outros. Você não terá a necessidade de treinar novamente os funcionários ou alterar processos existentes.

O RPA possibilita uma maior satisfação com o trabalho, aumento na produtividade e a liberdade de fazer trabalhos mais importantes como solucionar problemas ou agregar valor às interações com clientes.

Quer entender melhor? Vamos te mostrar alguns exemplos práticos de como o RPA vem sendo utilizado por organizações durante esse período de pandemia:

01. Automatização do processamento manual de notificações clínicas à Organização Mundial da Saúde (OMS):

Em colaboração com a Microsoft, o Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) do Reino Unido está usando as tecnologias da Automation Anywhere, movidas com Inteligência Artificial, para extrair informações críticas de pacientes e processar os casos de COVID-19 com rapidez e precisão para a OMS.

02. A Ferramenta de avaliação de risco de empregados para gerenciamento da COVID-19 na China continental:

A Automation Anywhere juntou-se à agência de consultoria de TI Shenzhen Pactera Information Limited para determinar o risco de infecção de empregados quando eles voltam para casa após se deslocarem fora de suas regiões.

Além disso, as seguintes soluções de RPA permitem que empresas de uma variedade de setores preservem a continuidade e a produtividade de seus negócios, mantendo seus colaboradores conectados em equipes e sistemas:

  • Possibilitando que agentes de hotelaria colaborem e se comuniquem de qualquer lugar:

Com o aumento de cancelamentos e altos volumes de chamadas em uma grande rede de hotéis, os bots agora estão ajudando funcionários remotos que trabalham com dados de acesso doméstico, para que possam ajudar os clientes a mudar suas reservas, reduzindo assim os tempos de espera e mantendo satisfação do cliente.

  • Garantindo a continuidade do negócio com rastreamento de contato:

Novos bots de software customizáveis, incluindo o Health Status Manager, dão às organizações a capacidade de manter as operações quando empregados se ausentam por questões de saúde, com resultados anônimos agregados mostrados em um painel.

  • Ajudando o Banco de Guayaquil implementar períodos de carência para processamento de empréstimos e refinanciamentos:

Quando os pagamentos não são reprogramados prontamente, os sistemas enviam relatórios de pagamento atrasados para as agências de monitoramento de crédito. Agora, há um bot para reduzir os impactos negativos no crédito ao consumidor.

O que você precisa para implementar na sua empresa? 

O RPA é uma tecnologia abrangente e pode ser empregada em diversas empresas, não é uma ferramenta exclusiva de negócios de grande porte, sendo também usada em pequenos e médios negócios.

Implementar a tecnologia é bem simples.

1. Listar as necessidades da empresa

Você pode começar listando as necessidades da sua empresa. É preciso analisar quais processos de sua empresa poderão ser beneficiados com a implantação da ferramenta. Ela pode ser utilizada para iniciar um processo de trabalho ou para implementar um serviço ou demanda.

Identifique aqueles processos que possuem tarefas humanas de baixo valor agregado ou que possuem uma grande quantidade de ocorrências cuja execução humana seja ineficiente ou coloque o processo em risco.

2. Escolha bem o fornecedor

Estabeleça os requisitos para a escolha do fornecedor do RPA mais adequada aos seus negócios.

Solicite apresentações do produto, para, somente então, implantar aquele melhor avaliado.

3. Implementar o piloto

Nessa fase, é importante garantir que os colaboradores de sua empresa estejam treinados para a utilização da RPA. Prepare sua equipe de TI, não vai adiantar contratar um software se ninguém souber utilizá-lo.

É importante também essencial que as atividades de aplicação do piloto sejam documentadas para gerar registros a serem analisados. Com esses registros será possível detectar eventuais problemas ou necessidades de alterações.

Ou seja, essa terceira etapa é o momento para de teste, cometer erros e solucioná-los.

4. Gerenciar o ciclo de vida da RPA

Realizado o teste, chegou o momento de implantar a solução RPA já adaptada às suas necessidades.

Uma estratégia que incorpore o RPA como parte de um recurso de automação mais sofisticado, que envolva captura de dados, regras de negócios ou gestão de fluxo de trabalho, provavelmente exigirá planejamento e verificações adicionais no processo como um todo, juntamente com todos inputs e outputs existentes.


Tirou suas dúvidas? Se você planeja implementar RPA mas não sabe qual melhor fornecedor, nós te ajudamos nisso também!

Com as competências da Lanlink em automação, você pode dimensionar e implementar as novas tecnologias em seu negócio para enfrentar as crises atuais e futuras. Converse com a nossa equipe e conte com a gente!


Andre Queiroz

André Queiroz é IT Architect na Lanlink. Possui experiência no desenhos de soluções de tecnologia da informação, especialmente em projetos envolvendo soluções de Inteligência Artificial.


Isabele Lessa, Redatora

Isabele Lessa é estagiária de Redação na Trust Control. Possui experiência em produção e revisão de conteúdo para web e está cursando Comunicação Social – Jornalismo.

Site Footer